13 sinais de aviso que você é multipotencial

O Multipotenciais do Brasil também é um grupo e uma comunidade linda no facebook. Quer trocar ideias com outros multipotenciais e ter acesso à uma curadoria de conteúdos super legais? Junte-se a nós, clicando aqui.

 

Você sempre teve medo da pergunta “o que você quer ser quando crescer?” e, até hoje, não conseguiu uma resposta satisfatória para ela? Você gosta de muitas coisas diferentes, muitos assuntos e queria poder fazer mil coisas ao mesmo tempo? Quando você se interessa por um assunto, você vai fundo; mas, depois de um tempo, perde o interesse?

Se a sua resposta foi SIM para alguma das perguntas acima, pode ser que você seja uma pessoa multipotencial.

A multipotencialidade é um termo usado para se referir a pessoas que gostam e se destacam em mais de uma atividade ou área. A pessoa multipotencial é o oposto de um especialista, aquele que gosta de estudar um determinado assunto a fundo e se especializar nele cada vez mais.

Outro termo utilizado para nomear um multipotencial é Pessoa da Renascença. No período Renascentista, o usual e padrão era estudar muitas disciplinas e atuar em muitas áreas. Um grande exemplo histórico de pessoa multipotencial é Leonardo da Vinci.

Da Vinci também sofreu com os sentimentos negativos que a multipotencialidade pode trazer e não completou muitos dos projetos que iniciou. Mas, por sorte dele, viveu em um tempo no qual a multipotencialidade era bem vista e até estimulada. Foi pintor, escritor, arquiteto, engenheiro, escultor, poeta, físico, inventor, anatomista, entre outras coisas.

Hoje em dia, o que se espera de nós, como profissionais, é uma especialização. Estudar, trabalhar e desenvolver a carreira em uma área só. Esse é o padrão e o “normal”. Por isso, pessoas com outro tipo de personalidade, cuja mente funciona de forma multipotencial, podem sofrer para se ajustar a esse mercado de trabalho, pois ele exige delas uma forma de comportamento que não vem naturalmente.

Mas por que gostar de muitas coisas diferentes é considerado errado ou “anormal”?

A resposta está em como nossa sociedade está estruturada e nos valores culturais que desenvolveu com o tempo. A Revolução Industrial trouxe a necessidade de pessoas especializadas em realizar certas atividades, para que seus produtos possam ser distribuídos em larga escala. E este modo de trabalho está tão arraigado em nossa sociedade que não conseguimos enxergar que há outras formas e possibilidades de encarar o processo produtivo. multipotencial

Pontos negativos de ser multipotencial

Crianças, jovens e adultos multipotenciais podem sofrer problemas durante sua vida como querer fazer e se interessar por diversas coisas ao mesmo tempo, alto nível de estresse, escolhas impulsivas ou conformistas e paralisia por análise (aqui você pode ler um pouco mais sobre o paradoxo da escolha). Apatia, depressão, alienação social, tédio e falta de propósito também são características comuns.

A pessoa multipotencial, por gostar de diversas coisas, tem muitas oportunidades e escolhas disponíveis. O que pode ser uma bênção. Mas também uma maldição. E se eu fizer a escolha errada? E se eu parar de gostar disso daqui a algum tempo? E se eu ficar preso a um trabalho que não gosto para o resto da vida? E se eu me arrepender? E tudo o que eu estudei sobre aquele outro assunto, foi tempo perdido? São algumas das perguntas que passam pela cabeça de quem pensa de acordo com a multipotencialidade.

Além disso, elas são constantemente encorajadas a ser mais como as pessoas especialistas, escolher áreas, disciplinas e habilidades e seguir trabalhando com elas, sem espaço para explorar novas alternativas.

Pontos positivos de ser multipotencial

Porém, apesar da angústia e solidão que uma pessoa multipotencial pode sentir, há, sim, um lado positivo nessa história toda. Os multipotenciais são bons em muitas coisas, como por exemplo:

1 – Combinar conhecimentos, habilidades e experiências diferentes e criar coisas novas. Além de aplicar os conhecimentos que obtiveram sobre determinado assunto, em novas áreas completamente diferentes.

2 – Aprender rapidamente, pois o interesse em determinada área ou assunto faz com que a pessoa multipotencial queira aprender tudo sobre ele. Além disso, ela está acostumada a ser iniciante, a começar atividades diferentes e não tem medo de tentar coisas novas.

3 – Adaptar-se a novas situações. Os multipotenciais têm muitos talentos, o que faz com que sejam extremamente adaptáveis.

4 – Autodesenvolvimento. Pessoas multipotenciais querem sempre aprender coisas novas, se aperfeiçoar e se desenvolver. Elas gostam de novos desafios.

Os sinais

Então, se você começou a ler este artigo para saber os 13 sinais de aviso de que você é um multipotencial, aqui vão eles:

1 – Você sente que não consegue terminar nada e sente frustração e fracasso quando pensa nos projetos que ficaram pelo caminho sem ser finalizados.

2 – As pessoas dizem que você precisa se especializar em algo.

3 – Você adora estudar novos assuntos e realizar atividades diferentes.

4 – É curioso, quer saber sobre tudo e está sempre aprendendo.

5 – Por muitas vezes, não consegue ver a conexão entre seus diferentes interesses.

6 – Você já foi muito bom em alguma coisa, mas depois de um tempo, perdeu o interesse por aquilo.

7 – A pergunta “o que você quer ser quando crescer” te atormenta, porque você não consegue pensar em uma resposta exata para ela.

8 – Você nunca está satisfeito e sempre procura “se melhorar”.

9 – Você não consegue escolher uma carreira pois tem medo que seja a escolha errada para você.

10 – Já sentiu que parou de fazer o que estava fazendo pois teve medo de estar “perdendo algo melhor”.

11 – Você nunca se especializa em nada, sente que é sempre o iniciante.

12 – Você é atraído por diversas direções diferentes, por isso sente dificuldade de saber qual a direção correta.

13 – Você sente uma certa fobia de se comprometer (com uma carreira específica, por exemplo).

 

Atualmente, é importante encorajarmos as pessoas multipotenciais a serem elas mesmas. A maioria dos problemas atuais no mundo são complexos e multidisciplinares e pessoas criativas, inovadoras e multipotenciais são muito bem vindas para resolvê-los.

Mesmo assim, o mercado de trabalho ainda não absorve esse tipo de pessoa de forma que ela atinja todo o seu potencial. Equipes incríveis já são e poderiam ser compostas por multipotenciais e especialistas trabalhando juntos, combinando o que de melhor cada tipo de personalidade pode oferecer e contribuir.

Descobrir que algo como a multipotencialidade existe e que, sim, existem outras pessoas no mundo que agem como você e sofrem dos mesmos questionamentos, é um alívio, não é mesmo? Eu sou uma pessoa multipotencial e sei que, para mim, essa descoberta trouxe muita paz. De repente, toda sua vida faz sentido e você percebe que está tudo bem em ser quem você é.

Assim, se você é multipotencial como eu, aceite isso. Siga as suas muitas paixões e curiosidade. Procure ajustar a sua vida à sua personalidade, que é única. Seja você. Descobrir quem você é de verdade é uma jornada pessoal, não há resposta correta ou errada. Abrace a sua multipotencialidade e a tenha como bênção, não como maldição. Ser você mesmo é sua melhor forma de contribuir com o mundo.

 

Como um bom multipotencial,  você com certeza está querendo pesquisar e saber mais sobre o assunto, certo?

Inscreva-se no Mini Curso de Boas Vindas do Multipotenciais do Brasil! Você vai descobrir como Harry Potter, roteiros, clones, filmes e cisnes vão te ajudar a ter mais clareza, confiança e mostrar sua essência para o mundo. Nesse curso por e-mail você recebe conteúdo exclusivo 100% gratuito e exercícios práticos editáveis. Vem!

Leia aqui conselhos incríveis para lidar com sua multipotencialidade.

Entre na comunidade Multipotenciais do Brasil! Grupo no facebook dedicado exclusivamente a falar sobre multipotencialidade, seus pontos positivos e negativos. E também a conectar multipotenciais do Brasil inteiro.

E se você quer saber mais sobre a multipotencialidade e como lidar com ela, me escreva nos comentários! Deixe sua pergunta e sugestões de temas a serem abordados em próximos posts.

Fontes:
Emilie Wapnick; Barbara Sher; Paula Abreu

 

Renata LapetinaAutora:

Renata é coach e mentora de multipotenciais.
Criadora do Multipotenciais do Brasil e do curso online Escolha Ser Tudo.
Para saber mais, clique aqui.

Leia também

56 Comments on “13 sinais de aviso que você é multipotencial

  1. Nem sei como cheguei aqui nesse post Renata, e preciso dizer que adorei! De uns tempos pra cá tenho me interessado pelo assunto, mais um pra minha lista de interesses (rsrs), e que tenho descoberto ser a razão de tantos interesses! =P
    Obrigada pelo texto, acho que vou acompanhar seu blog 😉

  2. Obrigado pelas dicas, excelente artigo! Sempre me considerei uma pessoa insegura por não ter uma meta definida. Eu disse pra alguém certa vez que queria ter pelo menos 5 vidas pra trabalhar com tudo o que sonho. Porém, a tendência das pessoas “normais” é não confiar em gente insegura, e ser alvo disso é constrangedor! Mas, foi ótimo descobrir que não estou sozinho nessa, aliás, nunca estamos, por mais que estejamos na “contramão”. Obrigado! 😀

  3. Olá Renata!
    Estava pesquisando sobre o tema e encontrei seu site.
    Muito bom o texto.
    Infelizmente demorei muito para conseguir entender um pouco da minha multipotencialidade e isso me proporcionou muito sofrimento e cansaço . Hoje encontro-me em uma situação de “ver o tempo passar e nada acontecer” que me causa angustia,ansiedade e insônia. Estou buscando uma forma para mudar o meu modo de vida. Se você tiver alguma indicação de literatura,além do seu site ,onde eu possa buscar ferramentas para me auxiliar ,fico muito agradecido.
    No mais, subscrevi-me em seu blog e como sou curioso, estarei sempre por aqui!
    Abraço!

    1. Oi André!
      Tenho indicações sim. Todo o material que eu conheço é em inglês, acho que falta conteúdo sobre esse assunto em português. Por isso, estou iniciando um trabalho de reunir informações para poder escrever sobre multipotencialidade em português.
      Eu indico o site da Emilie, a coach que fez o TedTalk que linkei nesse texto: http://puttylike.com/
      Indico também o livro Refuse to Choose!, da Barbara Sher. Nele, trata-se do assunto da multipotencialidade, porém ela dá outro nome para quem tem esse traço. Ela nos chama de scanners.
      Espero que essas referências possam te ajudar! E continue por aqui que eu irei escrever mais artigos sobre isso!
      Abs!

  4. Oi Renata!!!
    Vontade de te dar um abraço menina!!! Que demais esse seu artigo. Me senti de volta ao mundo dos terráqueos, antes eu pensava que era de Marte ou coisa parecida.
    Vou aproveitar as indicações de leitura e sites, que fez para o André.
    Já me inscrevi no Blog e aguardo seus posts.
    Beijo!!!

    1. Oi Zully!!
      Que bom que você gostou e se identificou 🙂
      Faça essas leituras sim, são muito boas!
      E logo logo vai ter mais conteúdo e dicas por aqui também.
      Beijos!

  5. Oi Renata.
    Nossa a meses, desde que descobri o conceito e importância de um propósito, que venho buscando um algo maior que eu pudesse me encontrar e me dedicar. Minha missão. Consumi inúmeros livros, videos, cursos e sempre ao final as possibilidades eram varias. Me questionava então se estava fazendo direito que deveria ser mais específico e tal.
    Até já me passou pela cabeça ser um multipotencial. Mas não estaria me superestimando, isso existe? E o peso do ‘especialista’ me ocorria novamente.
    Cheguei a um vídeo de uma empresaria que falava algo sobre e foi uma luz de esperança pra mim.
    Continuando minha busca por saber mais sobre propósito e talentos cheguei ao seu ebook, “Trabalhe com o que ama”(ótimo ebook), que eu li e fiz os exercícios numa tacada só.rs
    Através dele cheguei nesse texto e Ufa… que alívio!!!. Foi a resposta que precisava.
    Agora como todo bom multipotencial vou me aprofundar no assunto e entender melhor como posso lidar com isso do ponto de vista profissional e pessoal.
    Vi que existem outros textos a respeito aqui e alguns links interessantes e ja ja vou navegar por eles.
    Obrigado por partilhar seus conhecimentos. Tenho certeza que ajudara muitas pessoas.
    Gratidão

    1. Oi Rodrigo,
      Fiquei muito feliz em ler seu comentário!
      Que bom que você gostou do texto e do ebook. Fique de olho por aqui, que estou preparando mais conteúdo sobre multipotencialidade.
      Abs!

  6. Em pensar que comecei a pensar nisso após a série divergente e comecei a ver/ler/ouvir várias coisas que estão convergindo pro mesmo caminho.
    Extremamente grato por este artigo.

  7. Renata eu simplesmente adorei. Há tanto tempo me sinto “perdido” na sociedade e agora tenho buscado mergulhar em mim e seguir sozinho, mas agora fiquei aliviado por que não preciso seguir sozinho. Muito obrigado! ^^

    1. Oi Tiago,
      Você não está sozinho mesmo! Já entrou no nosso grupo no facebook, Multipotenciais do Brasil?
      Fico feliz que tenha se identificado com o artigo 🙂

  8. Olá Renata! Curti muito seu artigo. Se fosse antes de descobrir o termo “multipontencial”, eu diria vergonhoso aos 32 anos, nunca ter ouvido falar desse termo e o q significa. Cheguei ao seu blog, através de um TED (https://www.ted.com/talks/emilie_wapnick_why_some_of_us_don_t_have_one_true_calling).
    Eu tbm quando criança, não sabia responder o que queria ser quando crescer. E realmente isso me perturbava. Por muitas vezes me senti meio fora da caixa (as vezes até totalmente rs), e não sei bem ao certo se sou multipotencial, pq hj sinceramente é a primeira vez que ouvi falar do termo e o que significa, mas me adaptar e aprender rápido, sempre fizeram parte do meu dia a dia, ainda mais agora na minha atual função de analista desenvolvedor. Mas como meu lema atualmente é ‘vivendo e aprendendo’, tá ai mais um assunto interessante para estudar!

    1. Oi Michael!
      Que bom que você curtiu 🙂 Nada vergonhoso, os conhecimentos sempre vem quando mais precisamos deles. Espero que você possa pesquisar e entender mais sobre multipotencialidade para que possa se entender melhor.
      Dá uma olhada no meu outro site, o http://multipotenciais.com.br. Lá tem bastante material sobre isso para você estudar!
      Abraço!

  9. Bom dia Renata
    Apenas como Feedback, esse é o primeiro artigo de blog que leio com tamanha atenção e apreço. Acredito que me identifiquei, por isso prendeu minha atenção de tal forma.

    Meus parabéns por esse conteúdo riquíssimo e relevante

    Obrigado!

  10. Oi Renata, obrigada pelo post, mim esclareceu muito, eu tenho todos os 13 sinais de MULTIPOTENCIAL, mas nunca pensei nisso, mim sentia um peixe fora d’agua, anormal, que bom saber que isso é normal e que tem outros igual a mim.

  11. Acho que sou multipotencial, mas de áreas similares. Eu gosto Design, Animaçào, Marketing e Publicidade e Propaganda. São áreas que têm forte relação entre si. Não consigo me imaginar estudando apenas uma delas. Gosto de todas elas. Ah, e tenho um pézinho em linguística também.

    1. Oi Luiz Paulo!
      Você tem temas ou denominadores comuns entre seus gostos: Arte e Comunicação. É ótimo identificar isso! Fica mais fácil para tomar decisões profissionais e também explicar para as pessoas o que você faz 🙂
      Um abraço e sucesso pra você!

  12. Que incrível!
    Sempre me senti frustrada, chateada por me interessar vorazmente por algo e quando começo me desinteresso, sem terminar nada do que eu comecei…
    Meus interesses totalmente sem nexo um com o outro, pensava que sim, eu sou maluca!!! rs
    Não querendo perder nenhuma oportunidade, e por isso perder todas…
    Medo de arriscar perder algo que já tenho por algo que não sei se terei por muito tempo.
    Sentir que sei de tanta coisa, poderia contribuir pra tudo eu acho, mas não com a profundidade que a sociedade exige.
    Eu sou multipotencial e quero muito me ajudar.

    1. Que legal, Everlyn, que bom que você chegou até aqui 🙂
      Te convido a acompanhar os conteúdos do Multipotenciais do Brasil (multipotenciais.com.br), meu outro projeto. Tenho certeza que você vai encontrar muita coisa legal pra te ajudar com a sua multipotencialidade!

  13. Olá Renata! Tudo bem?
    Nossa, como é bom ler algo que você procurou entender uma vida toda e esse seu texto me definiu completamente. Descobrir o que eu sou de verdade, uma multipotencial…eu não sabia explicar o que acontecia comigo. Agora eu seu. Obrigada!

    1. Oi Loreane, tudo ótimo e você?
      Seja bem vinda ao clube 🙂
      Obrigada a você por compartilhar seu momento de descoberta aqui nos comentários! E não deixe de dar uma olhada no meu projeto específico para multipotenciais, o Multipotenciais do Brasil (multipotenciais.com.br). Espero que possa te ajudar bastante!

  14. Oi Renata, meu nome é David e tenho 42 anos…quanto tempo se passou até eu descobrir uma explicação para tudo o que senti na vida. Pensava que isso não era normal, pensava que eu não era normal. Quanta angustia dentro de mim em não saber lidar com isso e o medo em compartilhar e até mesmo em pesquisar sobre que tipo de problema de ordem psicológica eu teria. Que ALÍVIOOOO!!! Ponto fundamental na vida de qualquer ser humano para que ele seja feliz: Se conhecer e se aceitar! Sei que tenho uma nova jornada muito interessante pela frente. Adorei seu post e vc não imagina o bem que me fez. Obrigadooo!

    1. É isso mesmo, David!! Espero poder te apoiar nessa nova jornada que tem pela frente, com o Multipotenciais do Brasil. Muito feliz pelo post ter te ajudado 🙂

  15. Poxa! Quando comecei ler esse texto me enxerguei nele!
    Tenho 32 anos, fiz faculdade, mestrado, mas ainda não me encontrei na vida!!!
    Não sei o que fazer…a cada momento me interesso por algo, me vejo naquilo, chego a até fazer cursos, mas depois passa…
    Isso é muito frustrante!

    1. Sei bem como é frustrante, Eveline!
      Dá uma olhada no meu projeto específico para multipotenciais, o Multipotenciais do Brasil: http://multipotenciais.com.br
      Lá você encontra vários conteúdos que podem te ajudar. E também informações sobre o processo de coaching de carreira que desenvolvi para multipotenciais, com uma metodologia pioneira e única aqui no Brasil!

    1. É difícil, Helena, muitos multis desenvolvem esse medo mesmo. Foque no seu autoconhecimento, em experimentar as coisas antes de se jogar de cabeça e em mudar o pensamento de que você precisa se especializar em alguma coisa para ter sucesso.
      Posso te ajudar mais com o meu projeto Multipotenciais do Brasil:
      Site: http://multipotenciais.com.br
      Instagram: @multisdobrasil
      Grupo Gratuito para multis no facebook: http://bit.ly/facebook-multis

  16. Adorei o post. Nunca havia escutado sobre isso e identifiquei-me completamente. Sempre escutei que tinha que seguir algo e me cobro ter uma carreira e sinto-me aflita e angustiada porque gosto de muitas coisas e vejo a conexão entre elas porém o mercado ainda não absorve pessoas assim, o que é muito frustrante pois parece que a vida não anda para frente e você não sai do lugar mesmo adquirindo um monte de conhecimento e sabendo v ariados assuntos.

    1. Oi Rossana!
      É verdade, o mercado ainda não absorve multipotenciais com facilidade. Por isso, precisamos desenvolver algumas habilidades e aprender a nos posicionar como pessoas generalistas, inovadoras e criativas. Descobrir a multipotencialidade é um primeiro passo ótimo, mas aprender a lidar com esse tipo de personalidade é mais uma jornada. Que não é fácil, mas é muito importante enfrentar!

  17. Minha nossa! estou parado na frente do monitor com a boca aberta com o seguinte pensamento: quero a prender mais sobre isso!
    Não sei como cheguei aqui, mas sei que senti um alívio muito grande por saber que existem mais pessoas que pensam e agem como eu. Muito interessante saber que isso não era coisa da minha cabeça!

    Vou contar um pouco sobre mim.

    Aos 16 anos descobri que gostava de psicologia. Minha professora de filosofia estava descartando livros de Psicologia Adolescente e comecei a ler, obviamente não li todo pois perdi rapidamente o interesse pelo livro. Depois comecei a me aprofundar na psicologia comportamental. Li um livro, com a capa amarela, que me deixou um pouco paranoico hehehe pois passei a analisar varias coisas ao meu redor e demorei um pouco para obter controle sobre isso, mas foi uma experiência muito legal. Me formei no ensino médio e descobri que queria estudar gestão de recursos humanos, mas com o tempo descobri o amor pela tecnologia e mudei para análise de sistemas. Ainda estou cursando, mas a algum tempo passei a me interessar por marketing e estou sempre lincando tópicos e minha esposa acha incrível a forma como eu penso. Realmente acho fascinante a obtenção de conhecimento e sou muito atraído por várias áreas, pois as vejo como parte de um todo para que um objetivo seja alcançado.

    1. Oi Gabriel! Que legal a sua trajetória! Obrigada por ter compartilhado 🙂
      É isso aí, ser multipotencial é pensar de uma forma diferente mesmo. Se quer aprender mais sobre isso e como lidar da melhor forma com a multipotencialidade, dá uma olhada no meu projeto, o Multipotenciais do Brasil:

      Site: http://multipotenciais.com.br
      Instagram: @multisdobrasil
      Youtube: Canal Multipotencial
      Grupo gratuito no facebook: Multipotenciais do Brasil

      Vamos juntos!

  18. Que maravilhoso esse texto, Renata! Me identifiquei demais e que bom te achei na internet.. irei ler tudo! Inclusive estou escrevendo um texto sobre esse tema e citei esse seu texto! Show! Amanhã tá lá no blog!

    Beijos e nos vemos por aqui!

    1. Que bom que gostou, Ticiana! Obrigada por me citar 🙂 Vamos juntas! Não deixa de dar uma olhada no meu outro blog, que é só sobre multipotencialidade. Um beijo!

  19. Aos 31 anos de idade, não consigo me prender a nada, alias tenho horror de me sentir presa ou manipulada. Para os que convivem ao meu redor “estou errada, preciso encontrar algo seguro para fazer!” Enjôo das coisas com uma facilidade enorme, até das redes sociais me afastei, e quero voltar com cara e estilo novo! Mas o futuro me causa medo justamente por não saber como alcançar meus objetivos e sonhos.
    Renata estava pesquisando justamente o tema ” Não sei o que quero da vida!” kkkk , e olha onde parei. Até que enfim depois de algum tempo não me sinto mais como um extraterrestre. Me identifiquei com os 13 sinais, com todos. E agradeço por me dá uma luz me motivou a continuar em frente sendo diferente cada dia me descobrindo mais.
    Obrigada, quero fazer parte dos Multipotenciais.

    1. Que bom que o texto te ajudou, Lilia!! Seja bem vinda ao Multipotenciais do Brasil 🙂 Existem formas de lidar com esse nosso perfil multipotencial e sofrer menos por causa disso. Espero te encontrar no grupo do facebook ou no curso de boas vindas, tá bom? Um beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *